Menu

#sindserm.com

Fechamento de escolas é retrocesso; movimento de pais de alunos resiste à medida impopular da prefeita Carmelita

08 AGO 2017
08 de Agosto de 2017

Acabar com salas multisseriadas é pretexto para medida impopular

Em protesto contra o fechamento de escolas, alunos da comunidade Baixão do Sítio se reuniram em frente à unidade local na manhã desta terça-feira (08). Os pais resolveram não mandar seus filhos para a “nova” escola definida pelo governo municipal, que fica no bairro Aeroporto na zona urbana da cidade.

O fechamento de escolas municipais com o pretexto de acabar com salas multisseriadas, tem provocado indignação de pais de alunos e pessoas que residem nas comunidades atingidas pela política arbitrária do Governo Carmelita, através da Secretaria Municipal de Educação.

Um grupo de pais de alunos da unidade escolar situada no bairro Santo Antônio, que fica na zona urbana, também não aceita a decisão da prefeita e procurou a equipe de jornalismo da Rádio Cultura FM nesta terça, para reclamar da situação e pedir ajuda às autoridades para que possam reverter à medida do governo.

Na segunda-feira (07) um grupo de pais de alunos de algumas comunidades, como, Emas e Baixão do Sítio, procurou a Delegacia Local e a Defensoria Pública, em busca de uma medida legal que pare a política impopular do governo municipal, que visa o fechamento de escolas.

O movimento de pais em defesa das escolas fechadas pela prefeita, tem contado com o apoio de outras organizações como o Sindicato dos Servidores Municipais (Sindserm) e o Comitê de Controle Social. Alguns parlamentares também estão envolvidos nessa mobilização popular.

A resistência continua, e pais de alunos de algumas comunidades não aceitam a imposição do governo municipal e se negam em mandar seus filhos para as escolas definidas pela secretaria de educação. A decisão do governo tem tirado o sono de muitas famílias que se veem fragilizadas com a medida.

Alunos da localidade Baixão do Sítio em frente a escola fechada | Foto: Isag Teles

O governo Carmelita já fechou escolas nas seguintes localidades - Baixão do Sítio, Emas, Moisés, Macacos, Santo Antônio e Lagoa do Meio com o pretexto de acabar com salas multisseriadas, mas o movimento de pais pede a reabertura das unidades e uma política de valorização da educação.

Acompanhe a mobilização: www.sindserm.com

#ContraOFechamentoDeEscolas

Voltar

SINDSERM - São Raimundo Nonato - PI - CEP: 64.770-000
Nossa Força é a Nossa União